O novo Actros: o RoadStars visitou os criadores

Veículo e Tecnologia

Uma nova era.

Fez furor na IAA Veículos comerciais deste ano e na próxima primavera os primeiros veículos serão entregues aos clientes: com o novo Actros, a Mercedes-Benz Trucks catapultou-se para a era da alta tecnologia digital. O RoadStars espreita o desenvolvimento e mostra o que pode fazer a nova figura de proa.

Trucks you can trust. Para que todos os novos sistemas correspondam aos mais exigentes padrões de fiabilidade, o novo Actros teve de percorrer vários milhões de quilómetros em pistas de testes – aqui, empedrado no Centro de Desenvolvimento e Ensaio de Wörth (EVZ).

Nunca Markus Wolf percorreu tantos quilómetros em pequenas estradas rurais europeias como este ano. Na verdade, a sua base é o Centro de Desenvolvimento e Ensaio (EVZ) da fábrica da Mercedes-Benz em Wörth. No entanto, esta primavera o motorista de testes deu menos voltas do que habitualmente na imponente pista circular. Em vez disso, entre Portugal e a Escandinávia, conduziu muito o seu veículo de teste equipado com técnica de medição. A sua função: testar cada detalhe do novo Actros. 

"Andámos imenso fora das rotas de tráfego principais, para poder acumular o máximo possível de quilómetros de teste em todas as situações de trânsito e de estrada possíveis", conta o colaborador da Daimler, de 48 anos. "A longo prazo, estas voltinhas em estradas rurais, com muitas rotundas e percursos sinuosos, tornam-se muito cansativas. Mas o novo Actros oferece condições que preservam a boa condição física do motorista." E que, ainda por cima, mantêm o consumo reduzido.


Redução de custos graças ao Predictive Powertrain Control.

Durante as viagens, o que mais interessava a Markus Wolf e aos engenheiros que acompanhavam o projeto era otimizar ainda mais o Predictive Powertrain Control, o comando do Tempomat e da caixa de velocidades. Também graças a este trabalho, nas viagens interurbanas o novo Actros consome até menos cinco por cento de combustível do que o seu antecessor.

Para além de um sistema de localização apoiado por satélite, o sistema utiliza mapas de estradas digitais altamente precisos. Atualmente, estes não incluem apenas dados sobre a topografia, como acontecia anteriormente. O decurso exato das curvas, as características geométricas dos cruzamentos e das rotundas fora das autoestradas e os sinais de trânsito e limites de velocidade ao longo do percurso também estão registados. Desta forma, o Predictive Powertrain Control otimiza o estilo de condução não apenas nas descidas e subidas, mas também nos percursos interurbanos sinuosos, nos quais a aplicação de um Tempomat não era ideal até agora. "Assim, é possível evitar travagens, acelerações ou mudanças de velocidades desnecessárias. O que poupa combustível e facilita o meu trabalho como motorista", explica Markus Wolf.



Até lá, os primeiros novos Actros de teste tiveram de percorrer muitos quilómetros. Para além de Markus Wolf, estiveram envolvidos muitos outros motoristas de testes. O seu objetivo era deixar prontas para produção em série, para além do Predictive Powertrain Control, também as outras inovações importantes do novo Actros, como o Active Drive Assist, a MirrorCam, o Active Brake Assist 5 e o novo Multimedia Cockpit.

"Os maiores críticos de um veículo novo são sempre os nossos motoristas de testes internos", diz Samuel Keller. "Antes de qualquer camião entrar em produção em série e ser posteriormente entregue ao cliente, cabe-lhes também a eles descobrir potenciais de aperfeiçoamento. Consequentemente, os colegas lançam um olhar meticuloso sobre os novos sistemas. É quase uma questão de honra."

Keller é engenheiro de desenvolvimento e trabalha com o Chief Engineer do novo Actros, que gere todas as atividades de desenvolvimento do projeto. O que implica uma coordenação entre muitos departamentos com muitas centenas de pessoas e inúmeros temas.


Hardware in the Loop (HIL). Neste laboratório, os sistemas do novo Actros foram testados ao pormenor, entre outros pelos engenheiros Dr. Jan Wirnitzer, Marco Rooney e Hans-Jürgen Gutmayer (da esq. para a dir.).
Hardware in the Loop (HIL). Neste laboratório, os sistemas do novo Actros foram testados ao pormenor, entre outros pelos engenheiros Dr. Jan Wirnitzer, Marco Rooney e Hans-Jürgen Gutmayer (da esq. para a dir.).
Inovações de série. O Actros de testes no túnel de luz no fim do pavilhão de montagem final da fábrica da Mercedes-Benz em Wörth.
Inovações de série. O Actros de testes no túnel de luz no fim do pavilhão de montagem final da fábrica da Mercedes-Benz em Wörth.
O técnico de informática Dr. Joachim Weisbrod (esq.) e o engenheiro de desenvolvimento Samuel Keller no laboratório "Human Machine Interface".
O técnico de informática Dr. Joachim Weisbrod (esq.) e o engenheiro de desenvolvimento Samuel Keller no laboratório "Human Machine Interface".

Novidade mundial – Condução semiautomatizada no camião.

"O foco no novo Actros foi menos o aço e o ferro e muito mais os sistemas mecatrónicos inteligentes", explica Samuel Keller. "Nesta área, o Actros deu um salto particularmente grande!"

Um exemplo disso é o novo Active Drive Assist, uma novidade mundial no camião de série. O sistema proporciona uma condução semiautomatizada em todas as gamas de velocidade. O Active Drive Assist apoia o motorista e consegue travar, acelerar e guiar de forma autónoma. Este sistema proporciona maior segurança e menos stress, sobretudo em autoestradas e vias rápidas.


60 inovações e mais algumas estão montadas no novo Actros.


"Já tínhamos muita experiência com a travagem e aceleração automatizadas através do Sistema de regulação de distância com função stop and go", conta Keller. "Aqui conseguimos rapidamente obter bons resultados." A função principal era, pois, o ajuste fino do comportamento da direção. "Para conseguirmos colocar o sistema da forma que está hoje, tivemos de conduzir, conduzir, conduzir. Os nossos motoristas de testes tiveram um excelente desempenho no EVZ Wörth e nas estradas públicas!"

O resultado: o Active Drive Assist proporciona mais conforto ao motorista e permite-lhe andar na estrada com maior descontração. O sistema não se limita a desacelerar o novo Actros quando este se aproxima demasiado de um veículo que segue à sua frente e a voltar a acelerá-lo até uma velocidade definida. Mantém também o camião ativamente na sua faixa em toda a gama de velocidades. O sistema orienta-se pelas marcações da faixa de rodagem de ambos os lados da estrada, com a ajuda de uma câmara. Bom para a segurança: mesmo que o motorista tenha desligado o Active Drive Assist, se o camião ameaçar sair da faixa de rodagem, o motorista é alertado visualmente e acusticamente e a função Lane Departure Protection – igualmente nova – volta a conduzir o veículo para a faixa de rodagem correta através de uma intervenção ativa na direção.


Só na Mercedes-Benz Trucks: MirrorCam de série.

Também a nova MirrorCam – tal como o Active Drive Assist – é uma estreia mundial na construção de camiões. Para este sistema inovador, também foram feitos muitos ensaios nos laboratórios e nas pistas de testes. "Tratava-se da fiabilidade do sistema e de coisas muito concretas, como a posição ideal dos displays, o tamanho dos ecrãs e da legibilidade das indicações no escuro", diz Samuel Keller. "A condução em pistas de testes e em estradas públicas era, pois, essencial para garantir que o sistema de facto oferece as melhorias pretendidas."


Em vez dos espelhos retrovisores principais e grandes angulares tradicionais, a MirrorCam trabalha totalmente com câmaras digitais e displays. As câmaras estão instaladas à direita e à esquerda na estrutura do tejadilho. As imagens registadas são mostradas em dois grandes displays, montados nos pilares A na cabina. Efeito secundário agradável: o motorista tem uma vista livre na transversal para a frente, através dos pilares A, aumentando o seu campo de visão – uma enorme vantagem em rotundas e cruzamentos.

Mais funções auxiliares da MirrorCam apoiam o motorista: nas curvas, a imagem do display interior também se desloca, proporcionando uma vista ideal sobre todo o reboque – uma melhoria considerável em comparação com um sistema de espelhos tradicional. Na deslocação em linha reta, as linhas de distância contribuem para uma melhor avaliação do trânsito que segue atrás. Com uma vista especial sobre as manobras, o motorista obtém uma melhor perspetiva geral: na parte superior do display é representada a zona circundante próxima do veículo, na parte inferior, a zona mais distante. Se estiver instalado o Assistente de mudança de direção, em situações de condução críticas, o display da MirrorCam também mostra avisos.

"A MirrorCam representa uma enorme melhoria da segurança e do manuseamento do veículo", confirma o motorista de testes Markus Wolf. Mas as câmaras digitais compactas também têm consideráveis vantagens em termos de aerodinâmica. Este é um dos motivos principais para o novo Actros consumir até menos três por cento de combustível do que o seu antecessor em autoestradas e vias rápidas – um considerável potencial de poupança para muitas empresas de transportes.


O novo Multimedia Cockpit revoluciona o posto de comando do motorista.

Em vez do clássico painel de instrumentos com velocímetro, conta-rotações e indicação do nível do combustível, bem como o tradicional painel de interruptores, o novo Actros tem dois grandes ecrãs – estes são o coração do novo Multimedia Cockpit.

Samuel Keller: "No novo Actros, a interface entre pessoa e máquina é um computador interativo que trabalha em rede e que o motorista pode utilizar de várias formas, para facilitar o trabalho e a vida no camião."


O novo Actros consome até 5 por cento menos de gasóleo em estradas interurbanas, até menos 3 por cento em autoestradas e vias rápidas – entre outros fatores, graças à melhor aerodinâmica e ao Predictive Powertrain Control otimizado.


Tudo o que o Multimedia Cockpit oferece foi testado e otimizado passo a passo pelos criadores com inúmeros participantes em Untertürkheim, num simulador de condução especialmente equipado no laboratório HMI – abreviatura de Human Machine Interface. "Tratava-se de conceitos de operação, ergonomia e, naturalmente, do design", conta Keller. "O novo Multimedia Cockpit caracteriza-se por um design moderno e, graças às suas muitas funcionalidades novas e aos menus intuitivos, proporciona um conforto de condução, trabalho e operação ainda maior."

O display policromático primário de alta resolução atrás do volante apresenta todas as informações do veículo, estados de condução e operação, de forma clara e estruturada. O segundo display encontra-se no painel de instrumentos e é um ecrã tátil. Este permite controlar de forma cómoda e intuitiva todas as restantes funções do veículo, como por exemplo a luz, o infotainment e a telefonia.


Nova "Human Machine Interface". No novo Actros, os criadores e designers transformaram o cockpit tradicional numa central de comando digital. O que se manifesta de forma particular no novo Multimedia Cockpit.
Nova "Human Machine Interface". No novo Actros, os criadores e designers transformaram o cockpit tradicional numa central de comando digital. O que se manifesta de forma particular no novo Multimedia Cockpit.
Operacionalidade intuitiva. O motorista de testes Markus Wolf e o engenheiro de desenvolvimento Matthias Lang percorrem os menus do Multimedia Cockpit antes de testarem o novo Actros na estrada.
Operacionalidade intuitiva. O motorista de testes Markus Wolf e o engenheiro de desenvolvimento Matthias Lang percorrem os menus do Multimedia Cockpit antes de testarem o novo Actros na estrada.

O display policromático primário e o ecrã tátil secundário podem também ser controlados através do novo volante multifunções com Touch Control Buttons. Apagando e premindo, o motorista pode, mesmo durante a condução, operar ambos os ecrãs em segurança a partir do volante.

Grande parte dos interruptores de hardware utilizados até ao momento pode agora ser operada através do ecrã tátil. O que proporciona uma grande flexibilidade, sobretudo em combinação com diversos equipamentos, e facilita o seu comando. Muitas opções de ligação e conexão para dispositivos móveis aumentam adicionalmente o conforto de trabalho e operação no Multimedia Cockpit. Para além de duas ligações USB, há ainda um sistema mãos-livres via Dual-Bluetooth, que permite a ligação paralela de dois telemóveis, e a integração de smartphone via Apple CarPlay ou Android Auto.

Outra vantagem: com o clássico cartão do motorista DTCO ou Fleetboard podem ser guardados no Multimedia Cockpit até seis perfis de motoristas.


Um nível superior do Multimedia Cockpit no novo Actros é o Multimedia Cockpit interactive, ainda mais ligado em rede e com mais funcionalidades. O seu display primário é claramente maior do que o do Multimedia Cockpit de série.

Da extensão de fornecimento do Multimedia Cockpit interactive faz parte o sistema de navegação com Assistente de Sinais de Trânsito e Remote online para comando e verificação de funções do veículo através do smartphone. Para além da telefonia conforto, o novo cockpit oferece também a possibilidade de carregar smartphones sem cabos.

Este equipamento está orientado para um máximo de conetividade: veículos com o Multimedia Cockpit interactive têm a possibilidade de ser ligados ao Mercedes-Benz Truck App Portal, podendo desta forma ser equipados com apps que aumentam o conforto e a eficiência.


RoadEfficiency foi a diretriz no desenvolvimento do novo Actros. As mais de 60 inovações pretendem que o cliente possa conduzir o seu camião da forma mais eficiente possível. O conceito RoadEfficiency baseia-se em três pilares: baixos custos totais, elevada segurança e elevada utilização do veículo.

Novo Active Brake Assist 5 com reconhecimento melhorado de pedestres.

Outro destaque do novo Actros é o novo Active Brake Assist 5. Este Assistente de travagem de emergência trabalha agora com uma combinação de sistema de radar e de câmaras. Assim, foi possível, por exemplo, melhorar a reação às pessoas numa gama de velocidades até 50 quilómetros por hora. Dentro dos limites do sistema, o Active Brake Assist 5 consegue reagir com uma travagem a fundo, não só a veículos, mas também a pessoas a atravessar, a vir em sentido contrário ou a andar na própria faixa. 

"Claro que nos sistemas de segurança e assistência ao motorista, a conjugação de software e hardware tem de funcionar de forma fiável", diz Samuel Keller. "Por isso, testámos todos os sistemas do Actros repetidamente no laboratório Hardware in the Loop, antes de os montarmos no veículo." Neste laboratório, todos os agregados – exceto motor, caixa de velocidades e eixos – estão ligados entre si da mesma forma que o estão no veículo. Quando aqui é simulada uma travagem a fundo automática, os cilindros dos travões chiam e as luzes de emergência acendem. "É mesmo a sério!", diz Samuel Keller.


"Para mim, como motorista, o novo Actros significa um enorme avanço em termos de conforto de operação e segurança no dia a dia na estrada", resume Markus Wolf.

Samuel Keller conclui: "Não nos limitamos a falar de temas como a condução automatizada e a digitalização; em larga medida, com o novo Actros, colocamo-los mesmo na estrada. Assim, temos uma muito boa base de partida para integrar rapidamente no camião outras tecnologias do futuro com valor acrescentado para os clientes."


Fotografia: Matthias Aletsee
Video: Martin Schneider-Lau

24 comentários