Fuel Duel: mais uma vez três por cento de redução de consumo

Veículo & Tecnologia

O grande vencedor.

No 1 000º Fuel Duel, o Actros obteve uma vantagem de consumo de 8,6 por cento para a transportadora Kreykenbohm. Já foi identificado um novo potencial de poupança: recentemente foi lançada a segunda geração do OM 471.

Brilhante vencedor. Não foi apenas o Actros Fuel Duel que dominou a concorrência. O condutor Christian Krukemeyer alcançou na análise de operação FleetBoard a excelente classificação de 9,67.

Do norte da Finlândia ao sul de Itália, do ponto mais ocidental de Espanha ao extremo mais oriental da Roménia – o Fuel Duel Mercedes-Benz realiza-se em vários países europeus. Há cerca de cinco anos, foi lançado nos Países Baixos o primeiro teste comparativo em termos de consumo. As condições permanecem inalteradas até aos dias de hoje: um Actros Mercedes-Benz assume na frota de uma empresa de logística as funções de um veículo de competição e efetua durante duas semanas a sua carga e rota. O condutor recebe antecipadamente instruções detalhadas e é acompanhado no início por um formador profissional ou por um colaborador experiente do departamento de vendas de veículos pesados Mercedes-Benz. A seguir, efetua sozinho os serviços habituais com o Actros, apoiado pelo sistema telemático FleetBoard.

Até à data realizaram-se praticamente 2 100 Fuel Duels entre os mais importantes concorrentes europeus – num total de cerca de 9,6 milhões de quilómetros (situação em março de 2016). O Actros Mercedes-Benz obteve uma vitória clara em mais de 90 por cento destes duelos. A vantagem de consumo determinada face aos concorrentes: em média, 10,4 por cento.

Martin König, responsável de vendas de veículos pesados no Centro Mercedes-Benz de Hildesheim, cedo identificou as oportunidades do Fuel Duel. Quatro testes comparativos em termos de combustível realizados na Alemanha são créditos seus. "O Fuel Duel proporciona uma ocasião única para demonstrar as vantagens do Actros de uma forma objetiva. Simultaneamente, o condutor pode verificar e melhorar o seu estilo de condução económico através da análise de operação FleetBoard", refere.


A mais moderna tecnologia em conjugação com condutores qualificados – esta é a única via para reduzir o consumo de forma sustentável. Através do Fuel Duel, Martin König conseguiu sensibilizar a transportadora Kreykenbohm em Holzminden neste sentido. Cada camião do fundador da empresa, Willi-Ingo Kreykenbohm, percorre anualmente cerca de 120 000 quilómetros. Transporte de contentores entre Hamburgo, Bremerhaven e os próprios terminais de contentores em Holzminden e Adelebsen são o dia a dia da empresa. O consumo de combustível dos 22 camiões concorrentes: em média, 29 litros aos 100 quilómetros. O que foi desafiado por um Actros 1845 num Fuel Duel, que com os mesmos trajetos, o mesmo condutor e a mesma carga obteve uma retumbante vitória: 26,5 litros ou uma redução de 8,6 por cento. O que resulta numa possível poupança anual de 3 000 litros de gasóleo para cada um dos camiões Kreykenbohm e em menos 7,9 toneladas de emissões de CO₂ por veículo.

A base do resultado: o condutor Christian Krukemeyer, classificado pela análise de operação FleetBoard com a pontuação de topo 9,67, e o Actros Fuel Duel. O veículo de série com cabina StreamSpace está equipado com a gama completa de medidas de poupança de combustível. Entre as quais componentes de aerodinâmica otimizada, reduções de peso e sistemas de assistência ao condutor altamente eficazes. Os revestimentos laterais, os prolongamentos das portas, o revestimento do fundo, a cortina do radiador e as buzinas de ar comprimido sob a cabina tornam o camião mais aerodinâmico. Aperfeiçoamentos técnicos, como o controlo da pressão dos pneus, o compressor de ar regulado em dois níveis, a bomba de água de dois estágios, Mercedes PowerShift e Predictive Powertrain Control reduzem ainda mais o consumo.

Mais um potencial de poupança com a segunda geração do OM 471.

E de futuro, o resultado poderá ser ainda mais significativo. Pois, desde o outono que também há Actros com a segunda geração do OM 471 a bordo a circular no Fuel Duel. O que representa mais uma redução de consumo até três por cento!


10,1 por cento.

É quanto o Actros Fuel Duel consome menos, em média, em toda a Europa.(situação março de 2016)

www.fuelduel.pt

Fotografias: Henrik Morlock

Sem comentários